demonstrações contábeis

Demonstrações contábeis: aprenda a avaliar os relatórios gerados pelo seu contador

Uma das funções primordiais de um contador é gerar relatórios que contribuam na análise e estruturação de processos em uma empresa. Esses relatórios, chamados demonstrações contábeis, são carregados de dados que podem parecer complexos demais para muitos empreendedores, o que dificulta o entendimento e o uso dessas informações em prol da gestão da empresa.

Justamente para simplificar sua visão acerca dessas demonstrações contábeis é que preparamos este artigo. Continue com a gente e aprenda mais sobre como avaliar os relatórios gerados pelo seu contador. Tenha uma boa leitura!

Por que analisar as demonstrações contábeis?

As demonstrações contábeis são uma ferramenta essencial para realizar o controle financeiro de uma empresa. 

É por meio deles que um empresário é capaz de quantificar e analisar os resultados obtidos em cada período, seja um mês, um trimestre ou até um ano. Uma gestão financeira de qualidade requer demonstrativos bem apurados e que forneçam um panorama completo de suas finanças.

Uma análise de qualidade dos demonstrativos é importante também para avaliar o crescimento de sua empresa. Com um controle financeiro bem balanceado, é possível encontrar pontos de melhoria em processos internos, além de possíveis reduções de custos.

Leia também: Os 8 erros de gestão que os empresários mais cometem: Saiba como evitar.

Como avaliar as demonstrações contábeis de maneira devida?

Já tendo em mente a importância de fazer essa análise, é essencial que se aprenda a digerir os dados de maneira correta. Neste artigo criamos uma lista de passos para fazer a avaliação do seu demonstrativo contábil da melhor forma. Veja a seguir:

Divida os pontos de análise

É preciso primeiramente separar todos os dados a serem analisados e dividi-los em categorias. Divida os demonstrativos de forma que seja possível discernir informações de cada setor da sua empresa e considerando os resultados obtidos por cada produto ou serviço separadamente.

Por vezes, em um mês que teve um desempenho normal, estão disfarçados pontos de muito sucesso e pontos que não deram nada certo, e ambos acabam se anulando. 

Por meio de um monitoramento individual, é possível localizar os produtos de sucesso e investir neles, enquanto torna-se possível cortar ou aprimorar os que carecem de desenvolvimento.

Confira os dados

Após coletar os documentos, é hora de analisar as informações. Verifique a normatização dos documentos segundo a legislação vigente e fique atento às demandas diferentes que cada tipo de empresa pode ter. Dependendo da área de atuação, dados diferentes podem ter significados distintos.

Processe as informações

O momento agora é de tratar os dados obtidos e analisar aquilo que saiu do esperado. Esse processo torna-se mais simplificado quando tem-se como referência o planejamento financeiro definido para aquele determinado período. 

É no processamento de dados que são aplicadas as correções monetárias, que permitem relativizar as análises conforme as variações de preço e inflação.

Além disso, é neste passo que entra a reclassificação de quaisquer duplicatas descontadas (como passivo circulante), de custos de exercício seguinte de exercícios futuros (como patrimônio líquido) e o resultado de exercícios futuros (como passivo circulante ou não circulante)

Faça um diagnóstico

Tendo feito a devida análise e a recalibragem dos dados, considerando todos os indicadores econômicos e a situação do mercado, o próximo passo é diagnosticar a situação da sua empresa.

Qual a situação das finanças? Como os produtos têm se desempenhado com determinados preços? Quais serviços têm tido vendas melhores? O que não tem agradado os clientes? Quais setores da minha empresa tiveram queda de produtividade e quais tiveram melhora?

Obtendo as respostas dessas e de outras perguntas por meio das demonstrações contábeis, e somando a uma análise causal para cada uma das situações, é possível aprender com os erros e maximizar os pontos de acerto. Isso tudo somado aos cortes de gastos não-essenciais pode estimular a produtividade e maximizar os lucros do seu negócio!

Leia mais: Planejamento tributário – saiba o que é e conheça a importância.

Quais são os benefícios dos demonstrativos contábeis?

Como já sabemos, a gestão financeira de um negócio torna-se bem mais sólida com o auxílio dos relatórios gerados por contadores. Confira agora quais são os principais benefícios que essa ferramenta traz para o seu empreendimento:

Criação de estratégias mais eficientes

No mercado de trabalho podemos observar diversos tipos de gestão com inúmeros objetivos e metas de trabalho. Cada uma delas deve estabelecer uma estratégia específica para atingir os resultados desejados. 

De nada adianta tentar copiar o planejamento e os cases de sucesso dos concorrentes, se o empreendimento em questão não tem estrutura nem recursos humanos para isso.

Ao realizar relatórios contábeis com dados precisos e atualizados, o negócio consegue identificar suas qualidades e fraquezas que são cruciais no caminho para o sucesso.

Tomadas de decisão mais assertivas

Com acesso a todas essas informações e tendo feito todas as análises financeiras sobre seu negócio, um empresário tem em sua mão muitas informações de qualidade. 

Os momentos cruciais na gestão empresarial são as escolhas feitas com olhos no futuro, e essa quantidade de dados e análises econômicas fornecidas pelas demonstrações contábeis auxiliam fortemente a fazer a escolha certa.

Com a avaliação certa acerca dos demonstrativos, um empreendedor se condiciona e se capacita para tomar decisões mais assertivas para o crescimento do seu negócio.

Acesso a melhores condições de crédito

Os relatórios contábeis não servem apenas para a análise interna de uma empresa, mas também cumprem a função externa. 

Com um relatório bem preparado e alimentado pelos dados certos, é possível emitir um demonstrativo que serve como comprovação de legalidade e de potencial econômico da sua empresa.

Isso facilita a obtenção de melhores condições de empréstimo em determinadas instituições financeiras. 

Os financiamentos de longo prazo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES), por exemplo,  exigem mais rigor na saúde financeira dos empreendimentos. Esse tipo de investimento é fundamental para expandir a atuação da empresa e fazer com que ela cresça no mercado de trabalho.

Contrate uma contabilidade especializada

Agora que você sabe da importância das demonstrações contábeis e como avaliá-las de forma benéfica para sua empresa, é hora de dar o próximo passo e contratar um serviço especializado para o seu negócio!

Conheça então a CJF Contabilidade! Somos uma contabilidade diferenciada, localizada em Belo Horizonte, cujo compromisso é fazer a sua empresa crescer. Por isso, vamos além do básico: fazemos assessoria contábil, fiscal, trabalhista e para-legal com excelência há mais de 35 anos.

Entre em contato agora e saiba mais sobre como nossas soluções contábeis podem ajudar sua empresa.

Para mais conteúdos como este, acesse o nosso blog e siga as nossas redes sociais. Continue lendo: Planejamento Estratégico Empresarial: Sua empresa está preparada para 2022?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para o topo